quinta-feira, 3 de março de 2016

1º Aniversário Smash Bros. Portugal




Hoje, 3 de Março, o Smash Bros. Portugal completa um ano de existência.

Custa a acreditar que passou tão pouco tempo tendo em conta o que um só ano representou seja para todos os envolvidos no projecto como para a comunidade portuguesa de Smashers por extensão. 

Para muitos de nós este ano foi de tal forma intenso que parece valer por dois ou três e o mais surpreendente e gratificante deste cenário é a constatação de que tudo isto foi possível  no primeiro ano de actividade, o que deixa antever perpectivas deveras animadoras para o futuro.

Quem acompanhou a criação e desenvolvimento do SBPT enquanto representante comunitário de Super Smash Bros. em terras lusas certamente está a par das suas origens. O que talvez muitos não sabem é que o SBPT surgiu de forma, à falta de melhor exepressão, "acidental". Tudo partiu da união de duas comunidades no Facebook em prol da união de jogadores, procurando-se evitar a dispersão e evoluiu vertiginosamente para o que hoje se conhece.

Para os administradores e colaboradores do SBPT, esta evolução foi um sinal de que havia - e há - muito a fazer no que diz respeito ao estabelecimento definitivo de uma cena competitiva em Portugal dedicada a Super Smash Bros. e, mais importante, da sua manutenção e constante readaptação a longo prazo. Tendo sido, em grande parte, algo que evoluiu com relativo controlo mas com base numa forte dinâmica comunitária, o projecto SBPT revestiu-se de uma responsabilidade inerente que, em boa verdade, apanhou muitos de nós por acaso o que nos obriga a não só a manter como a melhorar o standard do que somos hoje de forma a honrar o compromisso feito com a comunidade portuguesa de SSB que está no nosso cerne.

Doze meses volvidos da fundação, a comunidade cresceu a um ritmo seguro e hoje contamos com mais de setecentos membros no grupo de Facebook que lhe serve de casa e todos os dias chegam mais Smashers. Em termos de eventos, marcámos presença em diversas iniciativas da mais variada natureza, de maior ou menor "calibre" - por solicitação ou a convite - contribuindo desta forma para o enriquecimento dos respectivos programas com torneios. Dos grandes eventos aos mais modestos, o SBPT marcou presença e fez-se representar, sendo que muitos foram em colaboração directa ou indirecta com a "casa-mãe", a Nintendo, o que muito nos honra.

Em termos de eventos próprios, colocámos em marcha algumas iniciativas de forma a, directa ou indirectamente, autonomizar os torneios da cena portuguesa de SSB para além de eventos e apesar de ser uma aposta recente, tem dado bons frutos. Do bem sucedido Smash Bros. Invitational, de formato inédito em Portugal, partimos para torneios próprios, dando a "benção" a torneios locais como o ThrowDown LX, Smash na Invicta e Ascension e contamos expandir e manter as iniciativas um pouco por todo o país de modo a chegar a um número cada vez maior de jogadores, casuais ou competitivos. 

Numa vertente competitiva, temos orgulho em dizer que já recebemos jogadores de "fora de portas" em torneios do SBPT e que, da mesma forma, Portugal já enviou jogadores lá fora a representar o SBPT e as cores nacionais, cooperação internacional que contamos incrementar no futuro, seja no plano ibérico como europeu, em colaboração directa com os restantes representantes europeus do Smash Europe. Com igual relevância, a contratação de membros do SBPT como membros de multigamings nacionais atesta não só as capacidades individuais dos escolhidos como o destaque e relevância cada vez maior de Super Smash Bros. em território português.

Definimos também um metagame nacional que evolui e se adapta com o avalo da comunidade, um dos muitos pontos que sublinham uma das directrizes mais importantes do SBPT: criar os meios para a comunidade se unir e definir a cena competitiva nacional de forma a que todos tenham algo a dizer e possam contribuir activamente para a sua evolução.

Dito isto, resta agradecer a todos os que têm contribuido para o crescimento e dinâmica do Smash Bros. Portugal das mais variadas formas e de contributo mais ou menos evidante. Do jogador mais casual ao competitivo, todos são importantes e se há algo que nos orgulha é o espírito de confraternização, convívio e aprendizagem que define, com naturalidade, as linhas mestras da nossa comunidade onde todos têm um lugar e podem evoluir, individualmente e colectivamente.

A todos vós, Smashers portugueses, obrigado por este fantástico arranque e por serem , para todos os efeitos, a alma do projecto. Não obstante a responsabilidade exigida aos gestores do SPBT, sobretudo quando o processo em si exige muitas horas de dedicação à causa, a experiência em si tem sido espectacular e o envolvimento da comunidade, para além de gratificante, tem servido como uma driving force ímpar no que toca a levar o SBPT mais longe.

 Há certamente muitas 'arestas a limar' e, em boa verdade, estas sempre existirão a partir do momento em que se aponta alto mas estamos confiantes que o tempo e a experiência continuarão a gerar bons frutos enquanto a árvore continua a crescer, esperamos que salutarmente. 

As raízes já estão assentes em solo fértil.

Venham mais e bons anos de smashing spirit!



Agradecimentos especiais

Nintendo Portugal
GEST - Grupo de Estratégia, Simulação e Táctica
Spawn Point Gaming Lounge
The Twin Guns
AlterCos 
Game Patches
Smash Bros. Galicia
Frame Perfect
Loba Pirates
Deadly Snakes Gaming


- - -

A equipa do SBPT


Administração

João 'Pliskin' Frias | Filipe 'BigLord' Barreiros | Catarina 'Katie' Andrade | Ricardo 'Xeze' Rocha | João 'Sanero' Neves


Colaboradores

Rodrigo 'Storm'  Moura | Ricardo 'Hyper' Rosa | Bruno 'Iconizer' Fátima | Francisco 'Roryx' Guerreiro
Pedro 'Soren' Carvalho | Rodrigo 'nenuc0' Marques | Iuri 'Gr8 Monst8r' Borges | Norbeto 'N-Man' Silva | Bruna 'Lumy' Amador | Nuno 'NGFC' Cordeiro | Afonso 'yur0' Castelo | Rui 'Pato' Martins | Joel 'Filh0' Henriques 

Sem comentários:

Enviar um comentário